O feminismo é bom, mas feministas são burros

O título é de impacto. É para chamar a atenção mesmo, mas é totalmente honesto. Ok, nem todos os feministas são burros. Mas os que aparecem, em geral, são.

Vejamos à luz do feminista mais antigo que conheço, Platão (A República, Livro V; tradução livre minha da versão em inglês):

Cães são divididos entre machos e fêmeas, ou ambos participam igualmente na caça, vigília e outras funções de cães? Ou confiamos aos machos total e exclusivamente o cuidado dos rebanhos, enquanto deixamos as fêmeas em casa, sob a idéia de que parir e nutrir seus filhotes é trabalho suficiente para elas?

(…)

Mas então, disse, como estamos determinados a dizer o que pensamos, devemos não temer a zombaria e oposição que serão direcionados a tal tipo de inovação; como falarão das conquistas das mulheres tanto na música quanto ginástica, e sobretudo de vestirem armadura e andarem sobre cavalos!

Platão foi um dos poucos feministas inteligentes. Parte da sua república ideal incluía igualdade de direitos e deveres para homens e mulheres, guardadas as diferenças físicas. Homens não poderiam amamentar bebês, logo amas de leite deveriam ser mulheres. Os melhores soldados seriam homens, mas as mulheres deveriam fazer parte da batalha. Mas eu não estou aqui para expor o pensamento de Platão. Comparemos isso com o feminismo contemporâneo:

Não vou questionar de onde tiraram as estatísticas salariais, mesmo sendo um questionamento justo. O que eu realmente questiono é: por que esta é a única estatística interessante? A minha hipótese é de que feministas por trás da campanha estão interessadas só no dinheiro. A minha hipótese pode ser ilustrada pelas olimpíadas. Sim, porque o mercado de trabalho é a única competição em que homens e mulheres disputam juntos e entre si. Em todos os outros campos eles são separados e nenhuma feminista alega que isso é discriminação. Já viu alguma feminsta reclamando que há categorias separadas de judô? As mulheres não podem competir com os homens! Por acaso acham que elas não são capazes de vencê-los no tatame?!

Olhemos para alguns números do atletismo. Estes são os resultados dos 1500m masculino:

london2012_1500m_m

E estes, dos 1500m feminino:

london2012_1500m_f

Se competissem juntos, a primeira mulher chegaria muito atrás do último homem finalista. Isso não é justo? Elas não tiveram as mesmas oportunidades?

“Ah, Henrique, mas você está falando de uma competição física. Homens são fisicamente mais capazes que as mulheres. Use uma prova mental!”

Não importa. Eu já demonstrei que o que feministas querem é obter os mesmos resultados independentemente da capacidade. Em nenhum momento a reclamação foi: mulheres com a mesma capacidade que homens ganham X% a menos, e sim que mulheres ganham menos que homens; nas olimpíadas mulheres ganhariam muito menos que homens, e ninguém reclama de discriminação. Mas vamos a uma competição de cunho mental: como seria o ranking mundial de enxadristas? Surpresa: a melhor mulher está na sexagésima quinta posição! É justo?

Sempre que uma categoria de pessoas não consegue competir com outra, cria-se algum dispositivo político para que todos ganhem prêmios, na forma competições masculinas e femininas, e cotas. Competições divididas entre homens e mulheres parece algo justo porque há diferenças físicas evidentes e queremos determinar quem alcança o máximo do seu potencial. Cotas nem tanto, mas não é o assunto do dia. Mas o mercado de trabalho é uma competição não para ver quem é o melhor entre seus semelhantes, e sim para determinar quem gera mais riqueza. Feministas, lutem para um mercado de trabalho com igualdade de oportunidades, mas não reclamem dos resultados alcançados.

Eu considero-me feminista do mesmo tipo de Platão, mas como o tipo de feminista que aparece na mídia é burro! Quer deixar de ser hipócrita? Exija competições mistas nas olimpíadas, ou fique em casa, ou vá trabalhar e exija o que é justo pelo que faz!

Anúncios

Sobre Henrique

Casado e com dois filhos lindos como os pais. Meio doido, mas legal.
Esse post foi publicado em Política, Pseudociência. Bookmark o link permanente.

Quer dizer algo sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s