O cachorro morto que merece ser chutado

Eu conheço dois sistemas de crenças: o ceticismo e o conformismo. Eu cunhei o último termo, então permita-me definí-lo: conformismo é a aceitação de crenças que se encaixam (ou se conformam) com crenças já aceitas; neste sistema, uma crença que entra em conflito com crenças pré-existentes é rejeitada independentemente de seu mérito individual.

O que isso tem a ver com qualquer coisa? Uma nova “notícia” ganhando força rapidamente entre os conformistas: Ateus ficam chocados: Cientista do CERN se converte ao cristianismo depois de visão “divina do céu”. Eu digo conformistas porque é possível que haja cristãos que estranharam a “notícia”. Uma boa notícia contém fontes, referências e datas, e esta não tem. Mas qualquer usuário do Google sabe como resolver este problema, e falar (ou no mínimo ler) inglês também ajuda. O artigo é de fato a reprodução de uma notícia de um jornal internacional chamado World News Daily Report, de fevereiro deste ano: CERN SCIENTIST CONVERTS TO CHRISTIANITY AFTER “DIVINE VISION FROM HEAVEN”. Interessante como o título é copiado, mas as aspas estão no lugar errado — erros de tradução e cópia são comuns quando não há preocupação com a veracidade do conteúdo.

Qual o problema? Bem, o World News Daily Report é um jornal satírico, como o Sensacionalista. Se não acredita em mim, talvez você acredite neles (último parágrafo):

O WNDR assume, porém, toda responsabilidade pela natureza satírica de seus artigos e pela natureza ficcional de seu conteúdo. Todos os personagens que aparecem nos artigos deste website — mesmo aqueles baseados em pessoas reais — são totalmente ficcionais e qualquer semelhança com pessoas, vivas, mortas ou mortas-vivas é puro milagre.

Então vejamos o que provavelmente aconteceu: alguém viu essa notícia satírica e, tendo gostado do seu conteúdo, a reproduziu em seu próprio veículo de comunicação (blog, site, e-mail, whatsapp, …). Isto virou uma corrente até que a fonte se perdeu em poucos meses. E quem gosta do conteúdo continua dando crédito porque o conteúdo se conforma às suas crenças, e não porque há evidências da sua veracidade. Eu acho incrível como isso se assemelha ao conteúdo dos evangelhos — relatos fantásticos e cheios de contradições que narram acontecimentos sobre os quais não temos qualquer evidência, transmitidos e cridos por conveniência. Mas devo restringir minha análise ao conformismo em si.

De qualquer forma, o comentário fica completo com a explicação mais completa do e-farsas. Fica a dica: duvide do fantástico, mesmo que conveniente, e avalie alegações pelos seus próprios méritos ao invés de por sua conveniência. Isso se quiser, como eu, acreditar naquilo que é verdadeiro e rejeitar o que é falso, mesmo que a verdade traga desconforto.

Anúncios

Sobre Henrique

Casado e com dois filhos lindos como os pais. Meio doido, mas legal.
Esse post foi publicado em Pseudociência. Bookmark o link permanente.

Quer dizer algo sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s